Mais de 12 mil pessoas estão desalojadas em SC; saiba como ajudar

Mais de 12 mil pessoas estão desalojadas em SC; saiba como ajudar

Mais de 12 mil pessoas estão desalojadas em SC; saiba como ajudar

Taió sofreu inundação na região central após rios passarem de 12 metros – Foto: Roberto Zacarias/Secom SC

De acordo com dados atualizados nesta terça-feira (10/10), são 12.289 pessoas encontram-se desalojadas em Santa Catarina, sendo a grande maioria delas nas cidades do Vale do Itajaí, uma região fortemente afetada pelas chuvas no final de semana. O número, porém, muda constantemente e tende a baixar. Até o momento são 66 cidades com cerca  de 130 abrigos abertos em Santa Catarina, atendendo as famílias atingidas.

A cidade de Taió ainda permanece com sua região central submersa, após os rios que cortam a área chegarem a 12 metros de altura – na leitura dessa manhã a cota baixou para 11m. Outras cidades bastante afetadas por enchentes foram Rio do Sul e Rio do Oeste, ambas no Vale do Itajaí, além de municípios no Sul do estado. A situação pode se agravar diante da previsão de mais chuvas e da capacidade já alcançada em duas das três barragens da região.

Diante da tragédia, o Batalhão de Ajuda Humanitária mobilizou esforços para iniciar a distribuição de mantimentos no Alto Vale e resgates. Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Militar, Assistência Social e demais estruturas do Governo do Estado, além de contar com o apoio de estruturas federais como a Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e Polícia Rodoviária Federal fazem esse trabalho de retirada de famílias de locais com enchentes além de garantir alimentos e mantimentos às famílias afetadas.

Ao todo 135 municípios catarinense registraram ocorrências em virtude das chuvas registradas desde 4 de outubro – ao menos 89 pediram pelo reconhecimento da situação de emergência. São ocorrências de alagamentos, deslizamentos e granizo que atingiram residências, estradas e centros urbanos em diversas regiões do Estado.

Como ajudar as famílias atingidas pelas cheias

Conforme orientação da Secretaria de Assistência Social, Mulher e Família (SAS), a necessidade e realidade em cada município atingido são diferentes, por isso quem quer fazer alguma doação ou mesmo se voluntariar precisa entrar em contato com os órgãos oficiais do município para saber a melhor forma de contribuir. De modo geral os itens mais necessários nessas situações são alimentos, água, artigos de higiene, colchões, roupa de cama, travesseiros e cobertores.

Os municípios atingidos pelas cheias também podem solicitar para a Defesa Civil itens de ajuda humanitária. Até agora já foram  mais de 80 mil itens distribuídos.

Por Lucas Cervenka – reportagem@correiosc.com.br

Link original da notícia: https://www.correiosc.com.br/mais-de-12-mil-pessoas-desalojadas-sc/

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *