Casa fica submersa após família abandoná-la para escapar de enchente em SC: ‘Não sei por onde começar’

Casa fica submersa após família abandoná-la para escapar de enchente em SC: ‘Não sei por onde começar’

Casa fica submersa após família abandoná-la para escapar de enchente em SC: ‘Não sei por onde começar’

Grávida de três meses, Elenice Granemann, 33 anos, conta que saiu na sexta-feira (6), ao ver a água na porta de casa, após passar a semana analisando os alertas meteorológicos.

Ela deixou o lar apenas com duas sacolas de roupas e documentos. Junto com o marido, os filhos, de 7 e 13 anos, e o cachorro, caminharam por uma hora no meio do mato, já que as ruas estavam alagadas, até chegar à casa de uma tia, que mora em um morro.

O município amanheceu na segunda-feira (9) com ruas inundadas, moradores ilhados e 200 pessoas desabrigadas por conta das chuvas que atingem a região.

Casa submersa

No domingo (8), a moradora recebeu de vizinhos uma foto de sua casa, no bairro Ribeirão Pinheiro, praticamente submersa, apenas com os telhados de fora.

“Não sei nem por onde vou começar, como a casa vai ficar. A gente vai reconquistar as coisas, mas é difícil”, comenta.

Família de Taió foi afetada pela chuva — Foto: Arquivo pessoal

Rio atinge marca histórica de 12 metros

Elenice vive na cidade há 11 anos, mas o marido reside há 32 e diz que não houve cheia pior. A percepção foi confirmada pela prefeitura.

Boa parte da cidade ficou debaixo d’água e no domingo (8), quando a situação piorou, os chamados foram tantos que ao ver 80 ligações represadas a prefeitura pediu socorro ao Estado.

O Exército de Blumenau, na mesma região, enviou uma força-tarefa com soldados, botes, veículos blindados, caminhões, entre outros. As equipes chegaram nesta segunda.

VÍDEOS: mais assistidos do g1 SC nos últimos 7 dias

Link original da notícia: https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2023/10/10/casa-fica-submersa-apos-familia-abandona-la-para-escapar-de-enchente-em-sc-nao-sei-por-onde-comecar.ghtml

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *