Adolescente ajudou a construir pista em que morreu durante campeonato de ciclismo, diz pai da vítima

Adolescente ajudou a construir pista em que morreu durante campeonato de ciclismo, diz pai da vítima

Adolescente ajudou a construir pista em que morreu durante campeonato de ciclismo, diz pai da vítima

As informações são do pai da vítima, Cristiano dos Santos Nascimento, que foi um dos organizadores da prova.

“Ele faleceu competindo na pista que ajudou a criar, ajudou a finalizar”, contou o pai de Henzo ao g1.

Cristiano mantém o Projeto Nascimento Mountain Bike, criado em 2017 para crianças e jovens que moram em Manoel Ribas. Henzo foi o primeiro participante.

“É um projeto social pra dar oportunidades a crianças carentes. Temos treinos semanais naquela pista, e sempre levamos as crianças pra ajudar a cuidar dela. […] O Henzo estava presente desde o dia que a gente começou a construir a pista, em 2017, até a última manutenção, que foi feita um mês antes da corrida [em que o menino morreu]”, disse Cristiano.

Dias antes da corrida, o pai de Henzo publicou um imagens do menino nas redes sociais convidando para a prova — Foto: Reprodução/Redes sociais

Triste coincidência

No dia 19 de agosto, sábado, Cristiano estava pedalando na mesma pista em que o filho viria a morrer uma semana e um dia depois.

O homem sofreu um acidente e teve uma fratura na clavícula. Ele passou por uma cirurgia na quarta-feira (23), mas estava animado para ver o Henzo competir.

“Ele desmaiou a 10 metros de onde eu tinha caído e fraturado a clavícula. Sei que foi uma semana muito triste, muito difícil”, afirma.

Falecimento

Segundo o pai de Henzo, o adolescente sofreu uma parada cardíaca decorrente de um mal súbito durante a prova.

“Eu estava dentro da pista, vi ele competindo, vi ele duas vezes passando antes de desmaiar. […] Ele teve um desmaio, foram feitos procedimentos de reanimação nele e ele foi encaminhado pro hospital com vida. ‘Tava’ desacordado, eu vi ele, mas chegou com vida ainda no hospital e foi tentado reanimar ele por mais uma hora lá”, relata Cristiano.

O homem afirma que o filho estava muito ansioso para a prova, pois estava na segunda colocação do campeonato. Com o novo resultado, poderia subir ao primeiro lugar do ranking.

“Ele ‘tava’ focado pra essa prova, ‘tava’ treinando, ‘tava’ nervoso também, ‘tava’ ansioso. Essa motivação… talvez, como ele era uma criança inocente, não soube parar na hora que não se sentiu bem”, comentou.

Menino competia desde 2017

Henzo competia a nível estadual desde que tinha 7 anos, na modalidade Cross Country Olímpico.

Ele foi inserido no esporte por influência dos pais.

Cristiano conta que praticava corrida e jogava futebol, mas em 2016 sofreu um acidente de carro, no qual fraturou um osso do quadril. Por indicação médica, ele teve que largar os esportes de impacto e começou a se dedicar ao ciclismo.

Cristiano comprou uma bicicleta para ele, para a esposa, Daniele dos Santos Lacerda, e para o filho único do casal, Henzo – e as competições de ciclismo viraram a paixão conjunta da família.

Henzo competia com a nível estadual desde que tinha 7 anos, por influência do pai — Foto: Foto cedida/Arquivo pessoal

Henzo era próximo à família

Cristiano lista uma série de elogios para descrever o filho: educado, comportado, respeitoso, amoroso, estudioso.

Além do esporte, outro aspecto que aproximava muito o menino da família era a religião.

Henzo e Cristiano estavam lendo a Bíblia juntos e combinaram de terminar o livro até o final do ano. Em janeiro, eles tinham uma viagem marcada com toda a família para o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em São Paulo.

Honrar os dois compromissos é uma meta da família, que vê os atos como uma homenagem a Henzo.

“Nós amamos muito ele e sempre vamos amar, e um dia vamos estar junto dele, lá, com Deus”, destaca o pai do adolescente.

Cristiano, Daniele, e o filho único do casal, Henzo — Foto: Foto cedida pela família

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 Paraná

Link original da notícia: https://g1.globo.com/pr/campos-gerais-sul/noticia/2023/08/30/adolescente-ajudou-a-construir-pista-em-que-morreu-durante-campeonato-de-ciclismo-diz-pai-da-vitima.ghtml

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *