Delegado da PF baleado durante operação no Guarujá recebe alta

Delegado da PF baleado durante operação no Guarujá recebe alta

Delegado da PF baleado durante operação no Guarujá recebe alta

O delegado da Polícia Federal (PF) Thiago Selling da Cunha, de 40 anos, recebeu alta do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Segundo a PF, o investigador está em casa em recuperação ao lado da família.

Cunha foi baleado na cabeça durante uma operação em Guarujá, no litoral de São Paulo, em 15 de agosto. Ele chegou a ficar mais de um mês na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O delegado foi atingido após cumprir mandados de busca e apreensão contra tráfico de drogas. A PF prendeu dois suspeitos e apreendeu uma submetralhadora, uma pistola, dinheiro e drogas.

Os suspeitos foram levados à Delegacia de Polícia Federal em Santos e, ainda segundo a investigação, autuados por tentativa de homicídio, tráfico de drogas e porte ilegal de arma.

Na época, a Associação dos Delegados de Polícia do Brasil (Adepol) e a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal divulgaram notas manifestando repúdio e solidariedade ao delegado. A Procuradoria-Geral de Justiça também se solidarizou com o caso.

Em 22 de agosto, a cúpula da PF esteve em São Paulo e visitou o delegado na UTI.

A visita foi feita pelo diretor-geral da PF, Andrei Rodrigues; o diretor de Combate ao Crime Organizado, Ricardo Saadi; o superintendente da PF em São Paulo, Rogério Giampaoli; e os presidentes da Associação Nacional dos Delegados de PF (ADPF), Luciano Leiro; e da Federação Nacional dos Delegados de PF (Fenadepol), Tania Prado.

Veja também — Operação Escudo: Jovem de 15 anos é morto pela PM de SP

Link original da notícia: https://www.cnnbrasil.com.br/nacional/delegado-da-pf-baleado-durante-operacao-no-guaruja-recebe-alta/

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *