Turista chilena é presa por suspeita de racismo em ponto turístico no RJ

Turista chilena é presa por suspeita de racismo em ponto turístico no RJ

Turista chilena é presa por suspeita de racismo em ponto turístico no RJ

Uma turista chilena de 30 anos foi presa em flagrante por suspeita de racismo na estação de desembarque do Trem do Corcovado, na zona sul do Rio de Janeiro, na tarde desta terça-feira (17). 

De acordo com informações do programa Segurança Presente, a mulher teria chamado de “macaco” um funcionário que trabalha na recepção de visitantes ao ponto turístico. 

· Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
· Compartilhe esta notícia no WhatsApp
· Compartilhe esta notícia no Telegram

Os envolvidos e uma testemunha foram levados para a 9ª DP (Catete). Depois, a ocorrência foi encaminhada para a 12ª DP (Copacabana).

A turista estava acompanhada de uma amiga no momento do ocorrido. As duas estão no Rio de Janeiro há cerca de dez dias e voltariam para o Chile no próximo sábado (21).

Por meio de nota, o Trem do Corcovado disse repudiar qualquer tipo de preconceito e que prestou todo apoio ao colaborador.

“No Brasil, o racismo é crime, e a lei deve ser aplicada de forma implacável como forma de coibir essa nefasta atitude”, ressaltou um trecho do posicionamento. 

Link original da notícia: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/turista-chilena-e-presa-por-suspeita-de-racismo-em-ponto-turistico-no-rio-17102023

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *