Escolas no ES mudam sinais sonoros de intervalos de aulas para músicas populares para não incomodar alunos autistas

Escolas no ES mudam sinais sonoros de intervalos de aulas para músicas populares para não incomodar alunos autistas

Escolas no ES mudam sinais sonoros de intervalos de aulas para músicas populares para não incomodar alunos autistas

O sinal que toca nas escolas dá uma sensação nostálgica em muita gente. Mas o barulho alto e estridente também incomoda algumas pessoas, como os alunos autistas. Pensando nisso, Vila Velha, na Grande Vitória, criou uma lei em que todas as sirenes das escolas públicas e privadas da cidade precisam ser trocadas por sinais sonoros que causem menos desconforto aos estudantes. A ideia é substituir por músicas populares e até clássicas.

A rede municipal da cidade tem quase 2.200 alunos diagnosticados com autismo. As escolas têm até o início do ano letivo de 2024 para se adequarem, mudando os sinais dos intervalos das aulas e recreio.

Numa das escolas em que o projeto já foi implementado, as crianças entraram e saíram do intervalo ouvindo “Andar com fé”, do cantor Gilberto Gil. A ideia é colocar músicas mais calmas que não causem desconforto nos alunos.

Na escola municipal José Siqueira Santa Clara, que fica no bairro Ataíde, o sinal via ser desativado e o novo é bem mais tranquilo para Pedro, que é autista e tem sete anos. Geralmente, por causa do barulho, ele usa um abafador.

“Barulho sínico incomodava muito. Às vezes, ele podia até entrar em crise. Então, o abafador acaba ajudando bastante. Agora com o novo sinal que vai ter, não vai precisar usar tanto”, explicou a mãe do Pedro Henrique, Márcia Rosa da Silva.

Escolas em Vila Velha mudam sinais sonoros para músicas brasileiras e sons mais leves — Foto: Reprodução/TV Gazeta

As mães já puderem perceber a diferença dos novos sinais para os filhos.

“Quando ele chega aqui na escola não muito bem e tem a musiquinha dá uma relaxada, uma calmada. Ele já chega em casa diferente, contando tudo o que aconteceu. E, assim, é uma alegria porque sempre tem uma musiquinha nova e é cultura para eles também”, contou a mãe Thays Souza.

As músicas tocam dez vezes por turno, e tem uma para cada momento: para a chegada dos alunos, na troca dos professores, no recreio e para a volta para a sala de aula. A trilha sonora varia de artista, mas na maioria das vezes são músicas populares brasileiras.

“‘Nós temos um mural com as letras de todas as músicas, o nome do compositor e o intérprete de cada música. Então, as crianças estão passando no corredor, elas pegam e leem. Isso também incentiva a leitura”, explicou o professor e pedagogo Luiz Gustavo Luz.

Alarme barulhento das escolas incomodava muitos alunos — Foto: Reprodução/TV Gazeta

O professor foi quem desenvolveu os novos sinais. Foram dois meses de pesquisa buscando experiências pelo Brasil até conseguir um som mais adequado para a escola.

“Nós usamos inteligência artificial no nossos sinal. Durante as aulas, além da música, é emitido um sinal sonoro de cuco e ele fala a hora. E outras atividades que acontecem no dia a dia também são narradas”, comentou o professor.

A primeira escola a implantar a novidade tem pelo menos 20 alunos autistas.

“A gente gostaria que espalhasse para todas as escolas, que todas as escolas pudessem fazer isso”, relatou a diretora da unidade, Letícia Maria Aparecida.

As músicas que são tocadas ficam espalhadas pelos corredores das escolas para alunos saberem as letras — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Segundo a secretária municipal de Educação de Vila Velha, Letícia Maria Aparecida, cada descola vai fazer as adequações necessárias para funcionamento de acordo com a necessidade do bairro.

A criançada aprovou a mudança do sinal e até dança quando escutam a musiquinha.

“É mais divertido. Todo mundo da minha sala fica dançando quando começa a tocar”, disse a estudante Maria Vitória Calixto, de 9 anos.

Crianças aprovaram as mudanças dos novos sinais — Foto: Reprodução/TV Gazeta

VÍDEOS: tudo sobre o Espírito Santo

Link original da notícia: https://g1.globo.com/es/espirito-santo/noticia/2023/10/18/escolas-no-es-mudam-sinais-sonoros-de-intervalos-de-aulas-para-musicas-populares-para-nao-incomodar-alunos-autistas.ghtml

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *