Prefeitura intensifica trabalho de combate às queimadas na capital

Prefeitura intensifica trabalho de combate às queimadas na capital

Prefeitura intensifica trabalho de combate às queimadas na capital

Foto: Ascom/Corpo de Bombeiros

Neste período de estiagem, a população tem uma missão: evitar atear fogo nos quintais. As queimadas domésticas são prejudiciais para a saúde dos moradores, assim como para a fauna e a flora. Para alertar sobre este crime ambiental, a Prefeitura de Boa Vista vem intensificando as ações de sensibilização por meio do programa Braços Abertos, visando alertar os habitantes dos bairros com maior índice de denúncias.

Com base nos registros da Central 156, os bairros são: Caçari, Paraviana, 13 de Setembro, São Bento, Jóquei Clube, Operário e Senador Hélio Campos. Muitas vezes, os moradores da região ateiam fogo em galhadas e a ação pode acarretar sérios riscos para o meio ambiente e para a saúde humana.

Santana Monteiro reside no bairro São Bento há dez anos. Ela afirma que durante os seus 60 anos, nunca tinha enfrentado um calor tão grande. “Tomo muito cuidado para não atear fogo no meu quintal, pois sei que pode ser prejudicial para mim, para os animais e aos vizinhos. Esse calor já nos deixa doente e com as queimadas tudo apenas piora”, contou.

O combate às queimadas

A região amazônica passa por uma estiagem nas últimas semanas, que além de gerar seca e calor excessivo, aumenta o índice de queimadas. Por segurança, a Prefeitura de Boa Vista reforça as ações de combate às queimadas. A iniciativa é coordenada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA) e tem parceria com as Secretarias Municipais de Projetos Especiais (SMPE) e de Economia, Planejamento e Finanças (SEPF).

“A SEMMA promoveu uma capacitação para os servidores do Braços Abertos. Dessa forma, garantimos que as devidas informações de prevenção sejam passadas corretamente para a população. Esse trabalho de ir até os boa-vistenses para conscientizar é essencial no combate às queimadas”, disse o superintendente de Sustentabilidade da SEMMA, Leandro Silveira.

CRIME AMBIENTAL – A Lei Municipal nº 947 de 2007 proíbe a queima de quaisquer resíduos orgânicos ou inorgânicos na zona urbana de Boa Vista. A fiscalização pode autuar o responsável pelo Decreto Federal nº 6514, que prevê a multa a partir de R$5mil para o responsável em atear fogo no terreno. Os moradores que identificarem queimadas podem denunciar na Central 156.

O PROGRAMA – Lançado em 2001, o “Braços Abertos” leva a informação na porta da casa da população. O propósito é garantir que os problemas sociais sejam ouvidos e resolvidos em conjunto. Esse modelo de gestão colaborativa permite que a prefeitura atenda as particularidades de cada bairro, facilitando a elaboração de diagnósticos e estratégias direcionadas.

Segundo Leuziane Vieira, agente de campo do programa, as equipes visitam as casas com o objetivo de informar o máximo de munícipes. “É importante sensibilizar as pessoas e levar essas informações também para os bairros adjacentes. Estas orientações valem para toda a cidade. Estamos presenciando muitas queimadas e a prevenção se faz necessária”, disse.

Link original da notícia: https://roraima1.com.br/2023/10/18/prefeitura-intensifica-trabalho-de-combate-as-queimadas-na-capital/

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *