Grito do Excluídos reúne manifestantes e movimentos sociais contra fome e desnutrição em Boa Vista

Grito do Excluídos reúne manifestantes e movimentos sociais contra fome e desnutrição em Boa Vista

Grito do Excluídos reúne manifestantes e movimentos sociais contra fome e desnutrição em Boa Vista

Neste ano, nacionalmente o ato teve o tema “Você tem fome e sede de quê?”. Em Boa Vista, no entanto, os manifestantes deram enfoque a causas relacionados ao movimento indigenista e à desnutrição na Amazônia. O ato foi organizado pela Diocese de Roraima.

Pauta indígena também foi tema no Grito dos Excluídos 2023 em Boa Vista — Foto: Caíque Rodrigues/g1 RR

Além disso, manifestantes também carregavam cartazes pedindo pelo fim da violência contra mulher, pelo fim do garimpo ilegal em terras indígenas e também pedindo o fim do racismo.

Com cartazes e faixas, por volta das 17h o grupo saiu da Capela do Coração Imaculado de Maria, no bairro Calungá, zona Sul, e caminhou até a igreja Matriz Nossa Senhora do Carmo, no Centro histórico de Boa Vista.

Manifestantes seguram placas pedindo o fim da fome e do racismo — Foto: Caíque Rodrigues/g1 RR

Para o bispo da diocese de Roraima, Dom Evaristo Pascoal Spengler, que estava no local, a ideia é trazer o tema da manifestação para um contexto local vivido por Roraima.

“Esse tema nos motiva a investigar as causas da fome. Não apenas identificar e denunciar, mas buscar modelos econômicos que contribuam para a solidariedade e a partilha. Aqui, em Roraima, enfrentamos alguns modelos muito predatórios, como aqueles que vêm para o garimpo, deixando a floresta devastada e os rios poluídos, sem peixes. Também há quem venha depredar a madeira”, disse ao g1.

Manifestantes de mãos dadas no Grito dos Excluidos 2023 em Boa Vista — Foto: Caíque Rodrigues/g1 RR

O Grito dos Excluídos é uma manifestação popular que começou em 1995 e integra pessoas, grupos, entidades, igrejas e movimentos sociais comprometidos com as causas dos excluídos no Brasil.

As manifestações levantam pautas como preconceito, famílias em situação de rua, o desemprego, os baixos salários, a violência policial, os ataques aos povos indígenas e aos ecossistemas, o aumento dos casos de feminicídio, a violência contra crianças, pessoas idosas e pobres, e a ausência de políticas de assistência social, de saúde ou educação.

Link original da notícia: https://g1.globo.com/rr/roraima/noticia/2023/09/07/grito-do-excluidos-reune-manifestantes-e-movimentos-sociais-contra-fome-e-desnutricao-em-boa-vista.ghtml

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *