Lei que estabelece auxílio de R$ 1 mil para catadores da Vila Princesa é sancionada em Porto Velho

Lei que estabelece auxílio de R$ 1 mil para catadores da Vila Princesa é sancionada em Porto Velho

Lei que estabelece auxílio de R$ 1 mil para catadores da Vila Princesa é sancionada em Porto Velho

Medida foi adotada depois que a prefeitura decidiu desativar o lixão municipal e implantar um aterro sanitário.


Na última semana, moradores da Vila Princesa relataram ao g1 o medo das consequências geradas pela desativação do lixão, já que a maioria deles possui como renda única a reciclagem. Nizete Alves, uma das catadoras de lixo na comunidade, menciona que a maioria dos trabalhadores não é alfabetizada, o que dificulta a busca por emprego.

“Tudo que fizemos de reciclagem é para o nosso benefício, até roupa a gente tira de lá. Eles vão tirar nossa moradia e nosso emprego. Somos uma comunidade. Quando não tem dinheiro, vamos lá e conseguimos ligeiro algum trocado para comprar comida”.

Lixão a céu aberto será desativado em Porto Velho (RO) — Foto: Emily Costa/G1 Rondônia

O benefício nomeado de “Mãos Dadas” é válido por seis meses, mas pode ser prorrogado pelo mesmo período.

De acordo com o documento, o valor mensal de R$ 1 mil será disponibilizado para 190 famílias que estão cadastradas na Secretaria de Assistência Social e Família (Semasf). No entanto, a norma estabelece que será excluída da lista quem voltar a catar materiais no interior da Lixeira desativada da Vila Princesa.

Ainda segundo o documento da lei, os recursos destinados ao pagamento do benefício serão disponibilizados pelo Tesouro Municipal.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

Link original da notícia: https://g1.globo.com/ro/rondonia/noticia/2023/09/04/lei-que-estabelece-auxilio-de-r-1-mil-para-catadores-da-vila-princesa-e-sancionada-em-porto-velho.ghtml

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *