Imóveis são demolidos para duplicação da Avenida Bernardo Sayão em Belém

Imóveis são demolidos para duplicação da Avenida Bernardo Sayão em Belém

Imóveis são demolidos para duplicação da Avenida Bernardo Sayão em Belém

O projeto faz parte de uma lista de prioridade do Governo Municipal para a Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP-30), que ocorrerá na capital paraense em 2025.

Durante esse primeiro momento foram demolidos apenas dois dos nove imóveis previstos no trecho entre Mundurucus e Pariquis.

Ainda serão demolidos outras casas nos trechos entre Pariquis e Caripunas e entre Timbiras e Fernando Guilhon.

O trabalho realizado pelo Programa de Saneamento da Bacia da Estrada Nova (Promaben) é apenas “a ponta do iceberg”, afirma o coordenador-geral do Promaben, Rodrigo Rodrigues.

Ele lembra que, para chegar a esse momento, foi preciso percorrer um longo caminho, passando por consultas públicas com a população, sobre a área de intervenção e os objetivos da obra, até o cadastramento socioambiental das famílias e a selagem dos imóveis.

Imóveis são demolidos para duplicação da Avenida Bernardo Sayão em Belém — Foto: Ascom Promaben

Processos

Segundo a organização da obra, a equipe de demolição foi instruída para seguir todas as orientações técnicas de segurança para não causar risco nenhum para a comunidade que está tendo acompanhamentos social, ambiental e de segurança do trabalho.

A estimativa é de que em dois ou três meses sejam demolidos todos os imóveis que estão dentro da linha off set de obra, entre Mundurucus e Fernando Guilhon.

Trechos

As obras de duplicação da avenida Bernardo Sayão iniciaram pelo trecho entre Caripunas e Timbiras, onde não há imóveis para serem demolidos. Posteriormente será iniciado o trecho entre Mundurucus e Pariquis.

Imóveis são demolidos para duplicação da Avenida Bernardo Sayão em Belém — Foto: Ascom Promoben

Segundo a prefeitura, o valor investido na obra é de mais de R$ 63 milhões, por meio do Promaben. Incluindo micro e macrodrenagem, duplicação e urbanização da avenida Bernardo Sayão, no trecho entre rua dos Mundurucus e avenida Fernando Guilhon.

Trânsito

O trânsito não será interrompido na avenida Bernardo Sayão durante as obras de duplicação da via.

Desratização

Antecedendo as demolições, a Prefeitura também está fazendo a desratização dos imóveis. Uma medida prevista nas políticas operacionais do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) que financia as obras.

É um método sanitário de eficiência comprovada que é aplicado antes da demolição dos prédios, para que sejam eliminadas todas as pragas, entre elas ratos e baratas.

Com esse método evita-se que essas pragas invadam os imóveis vizinhos conforme a demolição for avançando.

VÍDEOS com outras notícias do Pará:

Confira outras notícias do estado no g1 Pará.

Link original da notícia: https://g1.globo.com/pa/para/noticia/2023/09/12/imoveis-sao-demolidos-para-duplicacao-da-avenida-bernardo-sayao-em-belem.ghtml

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *