Audiência pública em Brasília debate situação de alunos da U:Verse após encerramento das aulas no Acre

Audiência pública em Brasília debate  situação de alunos da U:Verse após encerramento das aulas no Acre

Audiência pública em Brasília debate situação de alunos da U:Verse após encerramento das aulas no Acre

De Rio Branco, capital do Acre, foram enviadas reclamações de estudantes com mais variados problemas. O representante do Ministério da Educação, Rafael Furtado, disse que a assessoria júridica do MEC já trabalha no caso.

“Enviamos ofícios para todas as instituições de Rio Branco para entender quais podem se candidatar para receber esses estudantes, oriundos do encerramento de oferta do Centro Universitário U:Verse, e, a partir dessa audiência pública, temos a possibilidade de conversar com os estudantes ainda nesta semana para entender a diferença dos casos específicos”, explicou.

O reitor da U:Verse foi convidado a participar da audiência em Brasília, contudo, não compareceu, avisou que tinha outro compromisso e não enviou representante.

A deputada federal Socorro Neri disse que foram identificadas várias falhas na legislação, que busca dar garantias aos estudantes e segurança jurídica de que seriam amparados na conclusão dos cursos.

Segundo a parlamentar, dos 525 estudantes afetados, mais da metade são beneficiários do Programa Universidade Para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os prejuízos são enormes.

“A situação dos estudantes do curso de arquitetura, que no Acre nenhuma outra insituição particular de ensino oferece presencialmente e no nível que esses estudantes já estavam. Teriam que voltar e estudar mais três anos”, lamentou a deputada.

Polêmica

Os prejuízos causados a alunos com o encerramento das atividades do Centro Universitário U:Verse, em Rio Branco, também foi tema de audiência pública do Ministério Público do Acre (MP-AC) no dia 27 de julho. Com a presença de autoridades e dos alunos prejudicados, a 1ª Promotoria Especializada de Defesa do Consumidor discutiu sobre a situação enfrentada por centenas de estudantes da instituição.

O promotor responsável, Dayan Moreira, disse ainda que o MP entraria com uma ação civil pública contra a instituição.

Alunos do 5º ano de direto reivindicaram garantia da colação de grau — Foto: Arquivo pessoal

Alunos do centro universitário também chegaram a fazer um protesto em frente à instituição. As turmas alegam que a U:Verse não estaria cumprindo com as normas da transferência assistida feita nesses casos. Na oportunidade, as turmas também entregaram para a reitoria um requerimento pedindo a garantia da colação de grau deles no final do ano.

Outro problema apontado pelos alunos é com relação às bolsas de estudos do Fies e do ProUni. A instituição que for receber esses alunos não é obrigada a manter as bolsas, por exemplo, já que tem um limite de bolsistas.

Reveja os telejornais do Acre

Link original da notícia: https://g1.globo.com/ac/acre/noticia/2023/08/28/audiencia-publica-em-brasilia-debate-situacao-de-alunos-da-uverse-apos-encerramento-das-aulas-no-acre.ghtml

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *