Suspeito de matar mulher e deixar corpo ao lado de carro incendiado em Sergipe confessa: ‘eu perfurei ela’

Suspeito de matar mulher e deixar corpo ao lado de carro incendiado em Sergipe confessa: ‘eu perfurei ela’

Suspeito de matar mulher e deixar corpo ao lado de carro incendiado em Sergipe confessa: ‘eu perfurei ela’

No local, o advogado de defesa do suspeito afirmou que não havia um delegado na unidade para que seu cliente fosse ouvido e que eles foram orientados a retornar na próxima segunda-feira (11). No entanto, a informação foi negada pela Secretaria de Segurança Pública. [Leia abaixo].

O homem, identificado como Antônio dos Santos, de 38 anos, disse à equipe da TV Sergipe que o crime foi motivado por um desentendimento entre ele e Luana, com quem estava junto há um mês e meio. O suspeito alegou legítima defesa e disse que ela o ameaçou com uma faca e ateou fogo no carro.

“Eu perfurei ela, ela ainda ficou lúcida e entrou para o banco de passageiro e pediu para socorrer ela, aí foi quando eu dei as facadas e ela me empurrou e eu bati na coluna do carro e desmaiei. Quando acordei foi com fogo no meu corpo e no dela. Eu abri a minha porta e socorri ela”, disse.

O homem está com parte do corpo queimado e recebeu atendimento em uma unidade de saúde após passar pela delegacia.

O que diz a SSP

A Secretaria de Segurança Pública informou que a defesa não cumpriu o horário definido para a apresentação do suspeito à polícia. O delegado esperou por cerca de duas horas e deixou a unidade de polícia para realizar diligências sobre o crime com o intuito de solicitar a prisão preventiva do autor. Ainda segundo a SSP, o homem não ficou preso, por não haver mais a situação de flagrante. A Polícia Civil já estava tentando prender o suspeito desde a última terça.

Veículo incendiado em Itaporanga D’Ajuda — Foto: Redes Sociais

Link original da notícia: https://g1.globo.com/se/sergipe/noticia/2023/09/06/suspeito-de-matar-jovem-em-sergipe-confessa-crime-ao-se-apresentar-em-delegacia-eu-perfurei-ela.ghtml

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *