Justiça determina desinterdição da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes em Aracaju

Justiça determina desinterdição da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes em Aracaju

Justiça determina desinterdição da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes em Aracaju

Presidente do Conselho Regional de Medicina lamentou o caso.


Maternidade Nossa Senhora de Lourdes — Foto: g1/SE

A Justiça de Sergipe determinou a desinterdição da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, que atende a pacientes de alto risco, em Aracaju.

O presidente do conselho, o médico Jilvan Pinto, lamentou a decisão e disse que não houve mudanças que justifiquem a desinterdição. A Secretaria de Estado da Saúde informou que está buscando soluções e abre amanhã um credenciamento para médicos atuarem na rede materno-infantil de alto risco.

Problemas na maternidade

Em março, o Sindicato dos Médicos do Estado de Sergipe (Sindimed-SE) reuniu denúncias de profissionais da saúde que atuam na maternidade relacionadas ao excesso de demanda. Eles acreditavam que o problema estava relacionado, dentre outras coisas, “ao desvio de modalidade”, já que a maternidade, criada para receber pacientes de alto risco, passou a ser porta aberta.

Os profissionais também denunciaram superlotação nas enfermarias, com relatos de pacientes internadas recebendo atendimento em cadeiras, além da falta de controle de fluxo de visitantes.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

Link original da notícia: https://g1.globo.com/se/sergipe/noticia/2023/09/06/justica-determina-desinterdicao-da-maternidade-nossa-senhora-de-lourdes-em-aracaju.ghtml

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *