Dia Nacional do Vaqueiro: União, cidade que deu origem à data, celebra atividade há quase 80 anos e tem procissão e campeonato de aboio

Dia Nacional do Vaqueiro: União, cidade que deu origem à data, celebra atividade há quase 80 anos e tem procissão e campeonato de aboio

Dia Nacional do Vaqueiro: União, cidade que deu origem à data, celebra atividade há quase 80 anos e tem procissão e campeonato de aboio

O Dia Nacional do Vaqueiro, comemorado nesta terça-feira (29), foi instituído em agosto de 2004 inspirado por uma procissão histórica realizada no município de União, a 64 km de Teresina, que acontece anualmente há quase 80 anos. Neste ano, o evento teve ainda missa e campeonato de aboio.

Segundo o historiador Danilo Reis, o Dia do Vaqueiro foi ganhando força a partir de uma procissão realizada pelos profissionais do município em 1944. Foi na cidade também que surgiu, anos depois, o primeiro coral e a primeira associação de vaqueiros do país.

Procissão dos vaqueiros nos festejos de São Raimundo Nonato, em União, no dia 29 de agosto de 1944. — Foto: Prefeitura de União

“A data vem da primeira procissão de vaqueiros da cidade, realizada em 29 de agosto de 1944, dentro da programação do festejo de São Raimundo Nonato. Com o passar do tempo, ela foi cristalizando como cerne da cultura local, e tornou-se uma data comemorativa. Primeiro: Dia Municipal, depois Estadual, e Dia Nacional”, explicou Danilo.

O historiador destacou ainda que a Festa do Vaqueiro está em sua 79° edição e permanece forte na cultura do município.

“A data marca o ápice da cultura local em torno da figura do vaqueiro, pois é o momento onde eles celebram, brincam, e socializam”, concluiu.

Dia Nacional do Vaqueiro, comemorado em 29 de agosto — Foto: Prefeitura de União

O prefeito de União, Gustavo Conde Medeiros, reforçou a importância do vaqueiro como figura representativa do sertão nordestino.

“É motivo de muita satisfação ver esse movimento e a tradição que em parceria com a associação dos vaqueiros ajudamos a manter. Hoje, no desfile dos vaqueiros, nós vimos a indumentária [vestimenta] predominante do terno de couro, e para nós é motivo de muita satisfação continuar esse movimento. União respira cultura e um dos grandes momentos é a procissão dos vaqueiros”, disse o gestor.

Dia Nacional do Vaqueiro

Dia Nacional do Vaqueiro, comemorado durante os Festejos de São Raimundo Nonato, no município de União — Foto: Prefeitura de União

Em agosto de 2004, o então deputado federal Nazareno Fonteles instituiu o dia 29 de agosto como Dia Nacional do Vaqueiro em comemoração à primeira procissão de vaqueiros do Brasil, ocorrida em 1944.

“Aclamado por Euclides da Cunha, no clássico Os Sertões, o vaqueiro é, na sua forma forte de encarar as mazelas do sertão, os longos períodos de seca que culminam com as intensas movimentações de gado pelas regiões mais inóspitas da caatinga e do cerrado nordestino, a representação de um povo lutador, que vive pela superação das dificuldades que o clima e o solo oferecem”, descreveu o deputado em seu projeto de lei.

“Aclamado pelos sertanejos, portanto, símbolo da garra, destemor, força e fé, de um povo, que tem nos seus aboios, a voz das alegrias e dores da lida com o gado e as preces de quem vive no campo. Sua veste, símbolo do artesanato brasileiro, composta do terno, do chapéu e das sandálias feita do couro do veado capoeiro, é o retrato do homem do sertão, que enfrenta matas espinhosas à procura do gado perdido, muitas vezes única fonte de alimento do povo da região, que vive na terra castigada pela seca”, completou.

*Estagiária sob a supervisão de Maria Romero

VÍDEOS: Assista às notícias mais vistas da Rede Clube

Link original da notícia: https://g1.globo.com/pi/piaui/noticia/2023/08/29/dia-nacional-do-vaqueiro-uniao-cidade-que-deu-origem-a-data-celebra-atividade-ha-quase-80-anos-e-tem-procissao-e-campeonato-de-aboio.ghtml

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *