Estudantes denunciam importunação sexual em região de mata nas proximidades de campus da UFPB

Estudantes denunciam importunação sexual em região de mata nas proximidades de campus da UFPB

Estudantes denunciam importunação sexual em região de mata nas proximidades de campus da UFPB

As vítimas sofreram o mesmo tipo de importunação, em horários movimentados e em duas datas diferentes.


Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), em João Pessoa. — Foto: Divulgação/Governo da Paraíba

Duas estudantes registraram boletins de ocorrência após sofrerem importunação sexual em uma região de mata próxima ao Campus I da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa. As duas jovens foram abordadas da mesma forma, em horários movimentados e em duas datas diferentes.

Os casos ocorreram nos dias 14 e 21 de agosto, entre às 10h e 11h da manhã. O g1 teve acesso aos boletins de ocorrência, e os relatos das vítimas são parecidos. Elas contaram que estavam saindo sozinhas da UFPB e voltavam para casa, caminhando próximo a uma rotatória entre a instituição e um supermercado, quando escutaram um homem chamando de dentro da mata.

As estudantes afirmam que o homem estava completamente nu ou utilizava apenas uma cueca e tocava as partes íntimas. As duas correram para longe do importunador e conseguiram se proteger.

A delegada Paula Monalisa, da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) de João Pessoa, disse que inicialmente soube dos boletins através da imprensa. Mas teve acesso aos documentos nesta quinta-feira (31) e distribuiu os mesmos para investigação.

Procurada, a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) informou que não vai comentar os casos porque as importunações não ocorreram dentro da instituição.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

Link original da notícia: https://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2023/08/31/estudantes-denunciam-importunacao-sexual-em-regiao-de-mata-nas-proximidades-de-campus-da-ufpb.ghtml

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *