Vereador tem mandato cassado após mensagens de ódio em redes sociais contra representantes da Câmara em MT

Vereador tem mandato cassado após mensagens de ódio em redes sociais contra representantes da Câmara em MT

Vereador tem mandato cassado após mensagens de ódio em redes sociais contra representantes da Câmara em MT

Adriano Carvalho (Podemos) é acusado de ofender colegas de parlamento e ficará inelegível por oito anos.


Adriano Carvalho, é acusado de ofender colegas de parlamento e ficará inelegível por oito anos — Foto: Reprodução

O vereador Adriano Carvalho, de Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá, terá o mandato cassado após denúncias de mensagens de ódio contra membros da Câmara, prefeito e vice-prefeito da cidade. Em uma sessão realizada nessa quarta-feira (30), no Plenário da Câmara Municipal do município, 12 dos 15 vereadores votaram pela cassação do vereador do partido ‘Podemos’ e dois se ausentaram da votação.

A denúncia foi feita por um representante da sociedade civil e o vereador ficará inelegível por oito anos a partir de 2025, quando seu mandato seria encerrado.

A ação de mensagens de ódio e antiética sobre membros da Câmara foi considerada quebra de decoro. O vereador diz que não pretende recorrer a decisão de imediato.

“Saio de cabeça erguida, não tenho nenhum processo, não fui condenado, não me vendi e continuo a mesma pessoa”, disse.

Quem assume o lugar do vereador é o suplente Gilberto Telles, do ‘Podemos’.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

Link original da notícia: https://g1.globo.com/mt/mato-grosso/noticia/2023/09/01/vereador-tem-mandato-cassado-apos-mensagens-de-odio-em-redes-sociais-contra-representantes-da-camara-em-mt.ghtml

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *