Corpo de torcedor baleado após clássico Re-Pa é velado em Belém

Corpo de torcedor baleado após clássico Re-Pa é velado em Belém

O corpo de Paulo Alexandre Silva Dias, torcedor do Remo que foi atingido por um disparo de arma de fogo, durante o último domingo (7) após o Re-Pa, está sendo velado e recebendo as últimas homenagens nesta segunda-feira (8), na igreja dos Capuchinhos, em Belém.

A família do torcedor informou que o sepultamento será na terça-feira (9), às 10h, no cemitério de São Jorge, no bairro da Marambaia.

A vítima tinha 29 anos e foi morta com um tiro no pescoço enquanto estava no estacionamento do Mangueirão, lado A, que fica em frente à avenida Augusto Montenegro. Houve ainda cenas de pancadaria entre torcedores e corre-corre. Veja imagens das cenas abaixo:

Polícia investiga se tiro que causou morte de torcedor após RExPA é da arma de um PM

Polícia investiga se tiro que causou morte de torcedor após RExPA é da arma de um PM

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup) informou que o autor dos disparos durante a confusão que matou o torcedor foi identificado como um policial militar da reserva.

De acordo com o órgão, o homem não atua mais nas ações policiais e estava presente no estádio, durante o jogo de domingo (7).

Ele ainda não foi detido, mas a Segup disse que já tomou todas as medidas cabíveis para prender e responsabilizar o investigado.

Nas redes sociais o Clube do Remo se manifestou sobre o falecimento do torcedor, destacando que “repudia quaisquer atos de violência, seja de quem for e entende que o ambiente esportivo é um espaço democrático inclusivo de lazer e entretenimento”.

O Clube ainda prestou solidariedade aos familiares e amigos, reafirmando que o futebol é um ambiente de paz e repudia qualquer ato desta natureza.

Violência no RexPa

Apenas este ano, outras duas mortes de torcedores do Remo e Paysandu foram registradas. A primeira ocorreu no começo de 2024, logo após um RexPa.

Torcedor do Remo morre espancado após jogo em Belém. — Foto: Reprodução / Redes Sociais

A vítima foi identificada como Thiago Aryan Silva. Por volta das 21h15, ele chegou a ser levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Icuí-Guajará, em Ananindeua, na região metropolitana de Belém.

A vítima era conhecida como “Thiago Dentinho”. A suspeita da polícia é que ele tenha caído em uma emboscada. Os autores do crime ainda não foram identificados pela polícia.

Torcedor do Paysandu é executado a tiros em Ananindeua — Foto: Reprodução/Redes Sociais

A vítima, identificada como José Carlos Oliveira da Silva, de 37 anos, era uma pessoa com deficiência e tinha apenas um braço. Há suspeitas de que a morte do torcedor pode ter relação com ação de facção criminosa nas periferias de Belém, o que ainda está sendo investigado pela polícia.

VÍDEOS com as principais notícias do Pará

Link original da notícia: https://g1.globo.com/pa/para/noticia/2024/04/08/corpo-de-torcedor-baleado-apos-classico-re-pa-e-velado-em-belem.ghtml

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *